Destaques

"...Enquanto ensinarmos que o mundo é um lugar a ser evitado, que as mazelas humanas são fruto da ausência de Deus, que Deus não ouve os pecadores, que só a igreja evangélica é que detém os "diretos autorais" da salvação, que ser forte e inabalável é sinônimo de fé e que ser pecador é ser inimigo de Deus então ainda não entendemos o plano da salvação e o evangelho de cristo rebaixado apenas á mais uma religião...."
"Sequencia de vídeos diários com a leitura do Novo Testamento"

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

O Rio de Janeiro e a inércia da igreja

POR ALEX MARTINS

O Rio de Janeiro vive o pior momento de sua história, até o momento em que escrevo esse artigo já passa de 500 o número de mortos pelas enchentes e desmoronamentos.

Algumas cidades de difícil acesso estão isoladas, por falta de socorro e suporte, famílias enterram seus queridos em valas improvisadas nos quintais. Um pai vê por mais de 3 dias o corpo morto da filha dentro de um caminhão frigorífico junto outras dezenas de corpos esperando pela perícia e um enterro digno. Um senhor diz ter perdido 17 integrantes de sua família. Bombeiros perderam suas vidas sob escombros ao tentarem salvar vitimas soterradas; uma mulher com nove filhos está aguardando por comida e ajuda. Vizinhos, em solidariedade, dividem entre si aquilo que ainda lhes resta.
A coisa mais fácil agora é achar culpados. Culpamos o governo, o Estado, a falta de uma política de moradia; culpamos os moradores por construírem suas casas em área de risco, culpamos a chuva e...culpamos a Deus.  A coisa mais difícil porém é levantar a bunda do sofá ir até a dispensa separar um saco de arroz ou ir até o guarda-roupa separar roupas e sapatos esquecidos a meses lá no fundo.


Pastores e líderes do tipo fariseus hipócritas já têm um tema para o próximo sermão: “O castigo de Deus para os pecadores”. Alegarão que a desgraça no Rio de Janeiro é resultado de uma sociedade promíscua, do carnaval e da violência.  Gente de uma estirpe que diz que o terremoto no Haiti foi fruto do pecado de um povo macumbeiro, que praticava magia negra; que diz que o nordeste sofre a seca por causa da idolatria, que o tsunami que atingiu a Ásia foi causado pelo animismo e paganismo, gente que faz com que o Deus de amor se transforme na imagem de um garoto mimado com um martelo.

Convivo no meu dia-a-dia com cerca de dez pastores de igrejas diferentes, e mais uma dúzia que tenho contato periódico, mas com exceção do Pr Xisto que fez uma corrente virtual colhendo assinaturas pedindo para que neste ano o governo do RJ destine a verba do carnaval para os necessitados, fora ele, não vi ninguém se mobilizando até agora para arrecadar alimentos, roupas, produtos de higiene pessoal, ou o que quer seja para ajudar os necessitados. 

Devem estar preocupados em como salvar almas e se esquecem de como salvar vidas; devem estar ocupados em suas campanhas de 12 dias para ganhar o ano, ou endividados com a construção do novo templo ou de um equipamento de som mais moderno.
Nós cristãos temos um potenciam humano muito forte, somos milhões em milhares de igrejas e comunidades. Mas, no geral, somos egoístas e inúteis pra sociedade. Pensamos só nosso próprio umbigo (ou seria igreja?).

Na falta de uma igreja conhecida para me ajuntar em ajuda ao Rj, me dispus a participar de uma campanha feita pela seicho-no-ie e agregar minha pequena contribuição á deles. Fiquei conhecendo da campanha através da Avani, uma colega de trabalho que nos enviou um email. Fico feliz que alguma comunidade se mobilize pra fazer o que Jesus faria. Teoricamente os cristãos deveriam fazer isso.

A teologia se dissolve ante a desgraça humana  e o que importa então é a manga arregaçada, seja ela de que ideologia for.

Convido a pastores e pessoas influentes a fazerem uma campanha de arrecadação de objetos e alimentos em suas igrejas, desafio a que gastem toda ou parte da economia financeira da igreja que seria destinada á compra um instrumento novo, pintura da igreja  ou reforma do púlpito, peguem esse valor que iria para um templo de pedra e invista no lugar onde Deus realmente habita: Em vidas!

“Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos;
Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber;
Sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; e enfermo, e na prisão, não me visitastes.
Então eles também lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos?
Então lhes responderá, dizendo: Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a mim.”
(Palavra de Jesus em: Mateus 25:41-45)

Querido leitor, independente da sua religião convido você a ajudar com alguma coisa, mesmo que pequena, eu não tenho muita coisa, apenas alguns poucos mantimentos e um blog que quase ninguém lê, mas se é isso que tenho então compartilharei. 

Contribua com alguma comunidade, igreja, templo, grupo de bairro, centro espírita, ou qualquer outro ajuntamento de pessoas que estejam coletando doações para as pessoas necessitadas. Garanto que a pessoa que receber a doação não vai nem perguntar de onde a ajuda ou o alimento vieram porque a resposta é óbvia: Veio de Deus.
Se permita ser usado por Deus.

"A religião pura e imaculada para com Deus, o Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo."  (Tiago 1 : 27)

Saiba onde ajudar: 
http://portaldovoluntario.org.br/blogs/54354/posts/6960
http://www.gnf.org.br/projetosocial/index.php (em ajuda aos moradores do Pantanal -  São Paulo)


Sola Gratia
Comentários
0 Comentários

Outras publicações