Destaques

"...Enquanto ensinarmos que o mundo é um lugar a ser evitado, que as mazelas humanas são fruto da ausência de Deus, que Deus não ouve os pecadores, que só a igreja evangélica é que detém os "diretos autorais" da salvação, que ser forte e inabalável é sinônimo de fé e que ser pecador é ser inimigo de Deus então ainda não entendemos o plano da salvação e o evangelho de cristo rebaixado apenas á mais uma religião...."
"Sequencia de vídeos diários com a leitura do Novo Testamento"

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Um Deus fraquinho

Um Deus sem poder suficiente, inerte, vazio e fraco! Não estou me referindo ao teísmo aberto ou à kenosis e sim a algo mais simples que pode ser mais facilmente compreendido por qualquer um e com certeza é encontrado em praticamente todas as igrejas.

Estou me referindo a  frases que estamos acostumados a escutar de nossos pastores e líderes e que acabam se tornando a verdade absoluta.
Estamos acostumados a aceitar a palavra “brecha” como uma verdade em nossa vida e como fator determinante na conquista de bênçãos ou maldições.


Quem nunca ouviu algo parecido com essas frases:
“Se você der brecha o diabo vai agir na sua vida” ou
“Você tem que fechar as brechas pra não perder a bênção”
Desde minha adolescência eu ficava em dúvida sobre o poder de Deus por causa desse tipo de frase.
É como se Deus dissesse: “Olha eu estou te abençoando, mas na primeira mancada que você der, no primeiro pecado que você cometer o diabo virá te roubar e Eu NÃO vou poder fazer nada. Você será roubado!”.

Aliás tem uma denominação que gosta muito dessa frase “Você está sendo roubado pelo diabo.”
Qualquer coisa “é diabo que está roubando” e o deus fraquinho só tá olhando, não pode fazer nada para defender seus filhos. Nessa igreja parece que o diabo age mais que Deus!


Imagine o seguinte diálogo entre Deus e o diabo:
O diabo com pinta de malandro, mascando chiclete com a boca aberta chega pra Deus e diz:
- Ae Jeová é o seguinte.. cheguei na parada e agora quem manda na vida do fulano sou eu.

- Mas como? Porque?   - pergunta Deus admirado e assustado.

- O Sr não viu que ele deu uma brecha né? Pois meu olho que tudo vê, não deixou passar!  Diz o diabo

- Mas minha graça lhe basta. Argumenta Deus.

- Graça? Hahaha. Você tá meio desatualizado Jeová, sua graça não vale mais nada hoje em dia e seu sangue é incapaz de mantê-lo na bênção! Seu filho fulano infringiu a lei número 9345 da lei espiritual que fala sobre brecha e agora eu tenho autonomia pra fazer o que quiser com ele!

Então Deus com a cabeça baixa sai vencido e  com voz de tonto diz: “Ah, se é assim, sim !”

Essa história é ridícula, mas é assim que muitos de nós achamos que é nosso relacionamento com Deus.


Só sanei minhas duvidas quando li e entendi o que Jesus disse em João 10:28-29:

e dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará das minhas mãos. 29Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las das mãos de meu Pai.
Essas palavras colocam o diabo em seu devido lugar e Deus onde realmente está: No controle!

Mas você pode argumentar: “Alex, Jesus está falando sobre salvação e não sobre bênçãos!”

Se você ler o contexto, Jesus fala sobre o cuidado do pastor com as ovelhas em todos os sentidos, o principal é a salvação mesmo, mas leia o versículo 9:
Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens.

Nesse versículo vemos sobre o que Jesus estava falando:
  1. Salvação. (salvar-se-á)
  2. “Entrará, e sairá” -  Está falando sobre liberdade. Entrar, sair, ter acesso ao Pai. Não se preocupar se tem alguém rugindo como leão ao derredor já que o verdadeiro Leão está ao redor. (1 Pedro 5:8)
  3. “Achará pastagens”- Pastagens aqui é alimento, sustento, provisão, bênçãos. E o interessante é que não precisou semear, regar, cuidar,negociar, conquistar,declarar,  nada disso.. apenas ACHOU pastagens. Já estava lá, alguém já plantou e eu só preciso usufruir do que está lá sem me preocupar porque ninguém pode me arrebatar das mãos de Deus.

Bênção é um presente e não uma conquista por isso se chama – bênção!

Se eu der um lanche pro meu filho e andar com ele garanto que nenhum valentão vai querer tomar o lanche dele porque o pai está junto.

Isso significa que se estivermos em Deus não há diabo que possa contra nós, afinal de contas “Agindo Deus quem impedirá?” (Isaías 43:13)

Creio sim que o diabo possa nos roubar e perdermos nossas bençãos, mas isso não contece o tempo todo. Se a pessoa se desviar do rebanho e não quiser mais estar debaixo do cajado do Pastor e não reconhecer a Sua voz, então ela estará passível de ser atacada e roubada. Mas isso não acontece com quem está protegida, quem está debaixo das asas do altíssimo.

Me desculpe alguns irmãos, mas ainda creio num Deus poderoso e onipotente. (Mateus 28.18)

Não creio que os que estão realmente em Cristo sofram  por causa de brechas “porque o sangue de Jesus nos purifica de todo pecado”. (1 João 1:7)

Procurei o termo “brecha” na bíblia e não achei nada dentro deste contexto de roubo ou perda. A palavra nem existe no novo testamento.

A ausência da brecha é mais um, entre os muitos adereços que a igreja complicada da atualidade precisa para complementar o sacrifício de Jesus que já não é mais suficiente.

Voltemos ao evangelho simples da bíblia!


Sola Gratia
Comentários
0 Comentários

Outras publicações