Destaques

"...Enquanto ensinarmos que o mundo é um lugar a ser evitado, que as mazelas humanas são fruto da ausência de Deus, que Deus não ouve os pecadores, que só a igreja evangélica é que detém os "diretos autorais" da salvação, que ser forte e inabalável é sinônimo de fé e que ser pecador é ser inimigo de Deus então ainda não entendemos o plano da salvação e o evangelho de cristo rebaixado apenas á mais uma religião...."
"Sequencia de vídeos diários com a leitura do Novo Testamento"

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

E COMO FICARÁ O SEU JESUS NA ERA DE SAN GERMAN?


Quando acabei de pregar há uns três anos, após atender uma fila de pessoas, chegou um senhor de uns 60 anos, vindo de outro estado, e que fora lá à convite de uma amiga.
—Gostei muito daqui. Eu sou espiritualista, e tenho uma visão esotérica da vida. Quando fui entrando senti a energia...forte...poderosa. Quando sua prédica começou senti a força de seu poder...que energia!...e fiquei maravilhado com sua filosofia...que clareza!

Eu ouvia a tudo sem dizer palavra...apenas sorrindo com simpatia. Se ele parasse ali, ali o assunto ficaria. Não acredito que polemicas ajudam ninguém. Prefiro deixar o individuo pensar o que quiser, e gosto de vê-lo livre para vir e vir...até que a ficha cai...e com ela, ele já cai dentro...para receber o abraço da Graça.
—Onde entra a reencarnação em sua filosofia espiritual?—me perguntou.
—Não entra!
—Como não entra?
—É que é uma coisa muito antiga, muito tola, e é pensada com categorias de pensamento que não cabem mais; não cabiam em minha fé antes, e hoje não cabem nem no que a ciência chama de universo.
—Como? Não estou entendo!

—É que o tema, tratado de modo filosófico e religioso, é pura besteira. Foi “inventado” no tempo em que a eternidade era pensada como diferente do tempo apenas porque seria um tempo-sem-fim. Tudo o que existia em tão era a noção linear de tempo. Então, para purificar alguém ou punir alguém...as imagens eram todas relacionadas ao tempo...tinha-se que purgar pecados com o tempo de sofrimento; ou tinha-se punir alguém que fosse “mau” deixando a pessoa no tempo-sem-fim em punição. No seu caso, tinha-se que voltar a nascer em fases diferentes da história para poder haver remendo para os equívocos anteriores....sendo que o curado, tinha, na melhor das hipóteses, apenas pulsões inconscientes de suas existências anteriores...e pelas quais estava sofrendo de volta na terra...tendo que aprender da própria ignorância...para sempre. Hoje em dia já se sabe que na estrutura da própria matéria, existem coisas que não estão vinculadas à linearidade do tempo-espaço.

—Você fala de quê?
—Falo que toda essa conversa de reencarnação é primitiva demais...não subsiste ao conceito de eternidade, pois não sobrevive num “ambiente” onde o tempo e o espaço não existam...e a Consciência é um fenômeno muito mais para o quântico do que para a linearidade do tempo.
—Desculpa!!! Como???

—Ora, se a própria física quântica nos põe diante da possibilidade em que a realidade se manifesta também “fora da linearidade espaço-tempo”; então, por que se a própria matéria pode escapar a tal “prisão”, como a Consciência, teria que ficar presa a essa sucessão de reencarnações nas quais nascesse esquecido...a fim de curar justamente aquilo do que não se tem lembrança?! Meu querido, se eu fosse de sua crença, com certeza, reencarnacionista eu não seria jamais...se não fosse por descrer da “filosofia e de sua psicologia” reencarnacionista....seria por uma simples questão de não ver o tempo-espaço com qualquer semelhança com eternidade...onde a Consciência pertence. Mas isto é só para começar. O problema mesmo é outro!
—Que outro problema?

—Ah, é o Cordeiro imolado antes da fundação dos elétrons, dos nêutrons, e outros entes da mesma família ou de qualquer energia pré-existente às formas que conhecemos. Um Deus que se sacrifica pela criação antes de criá-la, não precisaria de um método tão estranho e contraditório com a responsabilidade de criador e redentor que ele assumiu antes de criar. Ou seja: antes de criar Ele mesmo redimiu o que criaria...
—E quem é esse Cordeiro Metafísico? É Jesus? E os outros, como Buda, Confúcio, Zoroastro, Sócrates, e muitos outros iluminados?

—Ora, esses foram apenas caquinhos de espelho refletindo, embaçadamente, luz que vem do Cordeiro, que na História humana é Jesus.
—E por que só Jesus?
—Ah, é porque Ele não nos deixa muita alternativa. Ou Ele era Deus, ou Doido, ou o Diabo!
O homem ficou me olhando com a cara mais chocada deste mundo!
—Não! Ele era um espírito de muita luz!
—Não! Ele é a verdadeira luz que vinda ao mundo ilumina a todo homem. Os “outros” que você mencionou eram “caquinhos de espelho”, refletindo, com a luz que perceberam, algo que fosse elevado, mas eles mesmo não conheceram a plenitude dessa Luz, que é Jesus.
—Mas que coisa é essa de Jesus ser Deus, Doido ou o Diabo?
—É a diferença entre Ele e os “outros”. Os “outros” podem apenas ser mestres buscando luz, e ensinando, com toda boa vontade, um caminho de melhor consciência para os que os rodeavam. Mas Jesus não se botou nessa posição neutra. Ele disse que Era O Caminha, A Verdade e A Vida. Disse que Ele e o Pai eram Um. Disse que Ele era a Luz do Mundo...—e desferi a monte de textos dos Evangelhos sobre ele. E concluí: “Um cara que diz tais coisas, ou é o que diz ser—Deus absoluto—, ou é o Doido Cósmico, ou, seria tão enganoso em Sua serena objetividade narcisista de atrair toda atenção do mundo para Ele, que seria o papel de um Grande Usurpador...no caso, o Diabo.
—Mas você sabe que a Era de Peixes—de Jesus—está acabando. E virá a Era de San German... Será outra luz! Onde Jesus vai ficar nessa nova era?
—Ele ou é Deus, ou Doido ou o Diabo!—foi minha única resposta.
—Mas por quê?
—É que outra vez Ele não foge dessa categoria em nenhuma era... Ele disse Eu Sou o Alfa e o Omega, o Princípio e o Fim. Onde o você o colocaria nessa nova era?
Ele ficou em silêncio...
—Meu amigo, o lugar dele é sobre todos e sobre tudo. Lembra dos magos que vieram do oriente para adorá-lo? Aqueles magos prefiguravam o que Buda, Confúcio, Zoroastro, e todos os Gandhis da Terra farão. Olhe amigo, aqui nós estamos diante de uma de-cisão. Ou Ele é Deus, ou escolha uma das outras duas opções. Ele não faz parte de nenhum eon. Todos os eons estão Nele. E Ele está sobre tudo. E não esqueça: Ele se deu por Sua criação antes de criar. Então, todos estão sob essa Graça. Um dia os olhos de todos serão iluminados, inclusive dos cristãos, que hoje tratam a Jesus como o Chefa da Religião Certa, embotando a radiância de Sua Luz.
—E o que é Nascer de Novo?—indagou.
—É o que pode acontecer com você Hoje, não numa outra encarnação. Nascer de Novo é, por exemplo, deixar sua Consciência nascer para essa Luz-Fé, Agora.
—E isto pode acontecer muitas vezes?

—Sim, todos os dias. Metanóia. Arrependimento. Mudança de mente. Um processo sem fim de renovar o entendimento Nele. E isto é algo que quem sabe está acontecendo com você hoje a noite!
O homem ficou calado, me olhando com estupefação. Então, dei um beijo nele e disse para ele voltar quando estivesse de passagem pela cidade; ou que fosse ao site.
Senti que ele saiu dali com muito para pensar, sobretudo porque viu que minha fé não compete com a crença dele, mas apenas a trata com misericórdia. Para mim isso ficou claro no olhar dele.
Obviamente que o papo ao vivo foi mais sofisticado, criativo e provocativo; mas este é o esboço de nosso encontro.


Caio Fábio - Escrito em julho de 2004 (3 meses depois da partida do meu filho Lukas, 22)
Comentários
0 Comentários