Destaques

"...Enquanto ensinarmos que o mundo é um lugar a ser evitado, que as mazelas humanas são fruto da ausência de Deus, que Deus não ouve os pecadores, que só a igreja evangélica é que detém os "diretos autorais" da salvação, que ser forte e inabalável é sinônimo de fé e que ser pecador é ser inimigo de Deus então ainda não entendemos o plano da salvação e o evangelho de cristo rebaixado apenas á mais uma religião...."
"Sequencia de vídeos diários com a leitura do Novo Testamento"

domingo, 11 de março de 2012

The Walking Dead está entre nós

POR ALEX MARTINS

Pra você que não conhece The Walking Dead é uma série no estilo LOST que tem como tema uma época em que o mundo foi invadido por um vírus que mata as pessoas e as transformam em Zumbis. A raça humana saudável está quase toda extinta e restam apenas uns poucos sobreviventes. Esse vírus se aloja no cérebro após a morte e reativa os sentidos básicos e deixa o ser humano apenas com o instinto animal de sobrevivência. Nesse estado,  os Zumbis andam de um lado para o outro, errantes, sem destino, trombando uns nos outros, com a cabeça vazia, sem sentimentos que não o de sobrevivência, buscando alimento que é a carne dos humanos ainda sãos.

 The Walking Dead em tradução livre seria "A morte que anda", mas num determinado episódio algumas pessoas chamam o infectados de "Cabeças ocas" invés de zumbis. 
Apesar de isso ser apenas ficção ela extrapola as telas da tv e a doença que cria cabeças ocas encontra hospedeiros nas casas, nas salas de aula, nas universidades, nos corpos docentes, na política, na religião, nos clérigos; na sociedade em geral.

Estamos vivendo numa era em que existe muita informação e pouco conhecimento, sabemos de tudo mais não conhecemos nada, em 5 segundos ficamos sabendo pelo google qual a distancia entre a Terra e o Sol ou quantos neurônios um ser humano tem (cabeças ocas têm uns bilhões a menos).

No entanto, a informação não se equipara com o conhecimento que vêm através da análise, da dúvida ou qualquer outra forma que vise tratar a informação e transformá-la em conhecimento.


René Descartes concluiu que: "Penso, Logo existo" e se minha consciência existencial é fruto do meu pensar também podemos definir que se "Não penso, logo não existo". Você pode perguntar: Ora, como não existo se estou aqui vivo e lendo este texto? Resposta: Alguém pode estar vivendo por você! Você pode ser apenas o hospedeiro de idéias de outrem.

A mente vazia de um cabeça oca é facilmente preenchida por aqueles astuciosos que percebem uma cabeça oca a 1Km de distância para implantarem seus vírus.

A mídia preenche os espaços vazios que encontra em nossa mente e nos estimula a comprar e consumir o que não precisamos, os políticos também deixam suas contribuições deixando um espaço em branco porém não vazio para que as lembranças de promessas políticas sejam esquecidas, a música encontra seu pequeno espaço que geralmente é ocupado por coisas do tipo "Ai, se eu te pego...".; mas não para por ai, a igreja em sua ânsia por conquista, por almejar terrenos e tomar posse, acaba fazendo isso com uma parte do terreno sem dono em sua mente fazendo uma lavagem cerebral criando clones dos líderes, matando a individualidade, sufocando a crítica ou a dúvida sob pretextos pseudo-divinos citando versículos fora de contexto para te manter calado e dominado como um zumbi.

Não lhes deixam espaço para pensar, se contrapor, ter uma opinião diferente ou não concordar, se assim o fizer logo te chamarão de rebelde, de estar se levantando contra os ungidos e de estar espalhando ao invés de juntar com Cristo. E logo você vai se zumbificando, andando sem rumo, batendo cabeça, não tendo consciência própria e ainda dizendo que têm vida abundante.

"A personalidade criadora deve pensar e julgar por si mesma, porque o progresso moral da sociedade depende exclusivamente da sua independência."
Albert Einstein


O ciclo  Reflexão > Análise> Julgamento> Escolha é suprimido e desestimulado.  Eles não querem que você reflita, que analise as opções, que julgue a melhor (na verdade vão dizer que julgar é uma prerrogativa divina) e muito menos que escolha. Lá você não tem o que escolher, tem o que obedecer.

A maiêutica é considerada a inimiga da fé e a elucubração inimiga da leitura bíblica.


"Pensar é o trabalho mais difícil que existe. Talvez por isto tão poucos se dediquem a ele." 
Henry Ford


Como um cristão deve agir perante a zumbificação global que penetra na igreja?

Em primeiro lugar deve-se saber que o oposto da fé não é a dúvida, é o medo. Uma pessoa de fé pode e deve duvidar, crentes de Beréia fizeram isso, a bíblia nos estimula a ouvir de tudo e reter apenas o que é bom.

Em segundo lugar deve-se distinguir aquilo que está escrito daquilo que está dito na bíblia, senão você virará um cuspidor de versículos. A bíblia não é um livro de regras, esse é o livrinho do Detran, a bíblia é outra coisa. Isso posto, as verdades bíblicas ditas na bíblia direcionam o ser humano ao caminho da consciência, da individualidade e da pessoalidade que é uma herança da natureza divina da qual somos a imagem e semelhança.

Em terceiro lugar deve-se ocupar a mente com coisas divinas ensinadas na bíblia, para não sobrar espaço para os vírus zumbis, mas eu não estou falando sobre decorar quantos livros têm na bíblia ou o nome dos 12 apóstolos, estou dizendo para ocupar a mente com coisas como as da lista de Filipenses 4:08:

"Por último, meus irmãos, encham a mente de vocês com tudo o que é bom e merece elogios, isto é, tudo o que é verdadeiro, digno, correto, puro, agradável e decente."

Comece por essa lista, mas saia do ambiente religioso, viva essa frase fora dos limites eclesiásticos. Viva isso com mais objetividade e concreção, aplique esses ensinamentos, na política, na escola, no trabalho. Se indigne e tome uma ação a respeito dos buracos que estão na rua onde você mora porque isso não é correto pois pagamos IPVA e temos direito á ruas bem cuidadas.
Promova a pureza não apenas a pureza sexual, mas a pureza no caráter, nos contratos assinados, nos produtos vendidos e comprados.

O que é agradável que realmente nos agrade: o dia de sol, o dia de chuva, a oportunidade de trabalhar numa segunda-feira após um final de semana de descanso, o beijo da esposa, o futebol no corredor com o filho, a pausa no facebook, alimentar os pássaros, correr no parque, visitar os amigos e muitas outras coisas agradáveis mas que não temos mais tempo para elas.
Que seja decente o que é digno de decência: Respeitar a vaga de idoso no estacionamento,  as preferenciais no transporte coletivo, não votar em alguém só porque ele é o pastor da igreja, não trocar voto por cesta básica, por tijolo ou por banco de igreja.

Que elogiados sejam os que merecem elogios: O almoço bem feito, o café da "tia do café" na empresa, a professora que ajuda o aluno, o policial que cumpre com honestidade seu dever, o resgate dos feridos no trânsito, a obra de um pintor, o gol de um goleador, o atendimento de um doutor, o sistema de um programador, a música de um cantor, a mensagem de um pastor, o texto de um escritor, e a Criação do Criador.

O evangelho não é exclusividade dos pensantes ou de gente inteligente, o evangelho é para todos e é por todos. Para o homem , para a mulher, para o gay, para o doente, para o são, para o negro, o índio, o branco, para os clérigos, para o povo, para os crentes e para os ateus. Porém só entende isso aquele que não é zumbi, que não é influenciados por bigodudos em programas evangélicos na TV, mas aqueles que têm consciência própria baseada naquilo que na bíblia está DITO. Ainda que alguns versículos aleatórios estejam escritos diferentes.


Não devemos ter a mente vazia, mas a mente de nosso Senhor Jesus, isso significa ter uma mente que influencia e transforma pra melhor, que agrega e não segrega, que nivela e não subjuga.


"E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa MENTE em Cristo Jesus."



Pra terminar deixo abaixo um vídeo muito bom sobre consciência própria baseada na verdade, também esse link para o vídeo do Luciano Pires sobre o ciclo "Reflexão, Análise,Julgamento e Escolha";  e por fim, uma frase de Adolf Hitler:

"Que sorte para os ditadores que os homens não pensem."



Comentários
0 Comentários