Destaques

"...Enquanto ensinarmos que o mundo é um lugar a ser evitado, que as mazelas humanas são fruto da ausência de Deus, que Deus não ouve os pecadores, que só a igreja evangélica é que detém os "diretos autorais" da salvação, que ser forte e inabalável é sinônimo de fé e que ser pecador é ser inimigo de Deus então ainda não entendemos o plano da salvação e o evangelho de cristo rebaixado apenas á mais uma religião...."
"Sequencia de vídeos diários com a leitura do Novo Testamento"

sábado, 3 de março de 2012

Livro: O DIÁRIO DE ANNE FRANK



O DIÁRIO DE ANNE FRANK

Título: O Diário de Anne Frank
Autor: Anne Frank
Gênero: Biografia
Páginas: 300
ISBN: 9788537802366
"O relato pessoal mais emocionante sobre o Holocausto continua surpreendendo e impressionando!"

“Esta edição é um memorial valioso para a humanidade.”

“Um dos livros mais importantes do século XX.”

12 de junho de 1942 – 1º de agosto de 1944. Ao longo deste período, a jovem Anne Frank escreveu em seu diário toda a tensão que a família Frank sofreu durante a Segunda Guerra Mundial. Ao fim de longos dias de silêncio e medo aterrorizante, eles foram descobertos pelos nazistas e deportados para campos de concentração. Anne inicialmente foi para Auschwitz, e mais tarde para Bergen-Belsen.

A força da narrativa de Anne, com impressionantes relatos das atrocidades e horrores cometidos contra os judeus, faz deste livro um precioso documento. Seu diá;rio já; foi traduzido para 67 línguas, e é um dos livros mais lidos do mundo. Ele destaca sentimentos, aflições e pequenas alegrias de uma vida incomum, problemas da transformação da menina em mulher, o despertar do amor, a fé inabalá;vel na religião e, principalmente, revela a rara nobreza de um espírito amadurecido no sofrimento. Um retrato da menina por trá;s do mito.





O que me despertou a ler este livro foi o filme "Escritores da Liberdade" e após ler o livro também assisti aos filmes:


"O diário de Anne Frank", que é um resumo do livro.
"Minha amiga Anne Frank", que conta a história de quando ela estava nos campos de concentração.


Mais informações sobre ela em: www.AnneFrank.org




Não nos queixemos, pois o dia de nossa salvação há de chegar. Nunca Deus abandonou nosso povo. Através de todos os séculos os Judeus sobreviveram. Através de todos os séculos houve sempre judeus a sofrer, mas através de todos os século se mantiveram fortes. Os fracos desapareceram mas os fortes sobrevivem e não morrerão!  
(Anne Frank)

Quem foi que nos impôs este destino? Quem decidiu excluir deste modo os judeus do convívio dos outros povos? quem nos fez sofrer tanto até agora? Foi Deus quem nos trouxe esse sofrimento e será Deus que nos libertará.
(Anne Frank)






Comentários
0 Comentários