Destaques

"...Enquanto ensinarmos que o mundo é um lugar a ser evitado, que as mazelas humanas são fruto da ausência de Deus, que Deus não ouve os pecadores, que só a igreja evangélica é que detém os "diretos autorais" da salvação, que ser forte e inabalável é sinônimo de fé e que ser pecador é ser inimigo de Deus então ainda não entendemos o plano da salvação e o evangelho de cristo rebaixado apenas á mais uma religião...."
"Sequencia de vídeos diários com a leitura do Novo Testamento"

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Capital da Fé – o filme

No ano passado fomos convidados a participar do documentário Capital da Fé, que versa sobre o que chamam de “nova igreja evangélica”: a igreja regida pela Teologia da Prosperidade, pela prática de atos proféticos, pela transformação de interpretações pessoais da Bíblia em doutrinas a serem seguidas pelos fiéis como se fossem mandamentos divinos. Há uma inversão dos valores cristãos, fazendo com que preceitos como o entesouramento nos céus (com os bens materiais sendo utilizados em prol dos menos favorecidos) seja trocado pelo entesouramento na terra, pelo ajuntamento de riquezas; as antigas tradições cristãs são trocadas pelas revelações dos apóstolos (?) modernos; o carregar a cruz e seguir a Cristo se tornou a busca por vitória incondicional sobre os inimigos, doa a quem doer.
É nesse contexto que o filme Capital da Fé foi feito, numa tentativa de trazer à reflexão o cristianismo de hoje. É interessante observar que é uma iniciativa de pessoas não ligadas ao movimento evangélico, e algumas nem são cristãs. Isso é interessante, pois dá ao filme a visão que o “mundo” tem dos que se dizem cristãos evangélicos.
Fica nosso agradecimento a todos que realizaram esse projeto, pelo carinho que nos reservaram durante as gravações, e nossas orações para que Jesus Cristo seja revelado ao mundo como verdadeiramente Ele é. Que esse filme sirva para que muitos descubram que há pessoas que se guiam pelos ensinos cristãos, que essencialmente são o amar a Deus sobre todas as coisas e amar ao próximo (seja ele quem for) como amamos a nós mesmos.
A Deus seja a honra e a glória para sempre.





Comentários
0 Comentários

Outras publicações