Destaques

"...Enquanto ensinarmos que o mundo é um lugar a ser evitado, que as mazelas humanas são fruto da ausência de Deus, que Deus não ouve os pecadores, que só a igreja evangélica é que detém os "diretos autorais" da salvação, que ser forte e inabalável é sinônimo de fé e que ser pecador é ser inimigo de Deus então ainda não entendemos o plano da salvação e o evangelho de cristo rebaixado apenas á mais uma religião...."
"Sequencia de vídeos diários com a leitura do Novo Testamento"

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Reportagem da Record sobre cultos evangélicos.


Edir Macedo volta a criar polêmica no meio evangélico ao exibir ontem (14/11) no Domingo Espetacular uma reportagem especial sobre como “cair no espírito”, o culto que atrai cada vez mais seguidores no Brasil e no mundo, chama a atenção por expor seus seguidores a rituais perigosos e intrigantes. Comandados por um líder religioso, os fiéis ficam imóveis, caem e se debatem, em transe, no chão; muitas vezes, todos ao mesmo tempo.
O assunto - que já tinha sido alvo de discussão depois do Bispo escrever em seu blog um texto atacando a líder de louvor Ana Paula Valadão e afirmando que a cantora era endemonianada  - volta a tona com a reportagem onde repórteres da emissora percorreram o Brasil para mostrar como acontece o fenômeno "cair no espiríto".

Emocionada, uma ex-fiel que já “caiu no espírito” afirma que as pessoas que participam de tal prática estão enganadas e seguindo ensinamentos satânicos. Sem dar nomes, a reportagem deu exemplos com a cantora Ana Paula Valadão do Diante do Trono. No palco ela imitando um leão, como se estivesse em transe.
A equipe de jornalismo da Record também foi conhecer de perto um dos fundadores do movimento pentecostal, Paul Gold, arrependido, revela que as práticas vão contra às Escrituras Sagradas."Em dois anos, cerca de dois milhões de pessoas do mundo todo visitavam a Igreja do Aeroporto de Toronto, pra receber esse espírito, essas manifestações e essa “benção”. Hoje eu diria que isso é uma coisa um tanto quanto macabra."
O pastor relata com detalhes como surgiu o movimento conhecido como "cai-cai" e confessa que estava em transe quando veio um pensamento de que aquilo era errado." Na mesma hora, meu coração se convenceu e na mesma hora eu pedi ao Senhor Jesus para me perdoar, por ter sido tão tolo, tão ridículo."


Assista a reportagem completa:

Com informações do R7 e Rede Record
Comentários
0 Comentários

Outras publicações