Destaques

"...Enquanto ensinarmos que o mundo é um lugar a ser evitado, que as mazelas humanas são fruto da ausência de Deus, que Deus não ouve os pecadores, que só a igreja evangélica é que detém os "diretos autorais" da salvação, que ser forte e inabalável é sinônimo de fé e que ser pecador é ser inimigo de Deus então ainda não entendemos o plano da salvação e o evangelho de cristo rebaixado apenas á mais uma religião...."
"Sequencia de vídeos diários com a leitura do Novo Testamento"

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Latino: Hoje é festa lá na EBD...

Depois de Festa no Apê, cantor cogita ingressar em carreira gospel

 ‘Não quero me tornar evangélico, mas sei que posso falar de Deus’, disse o cantor.
     Festejando 18 anos de carreira, Latino - que tem 38 anos de idade - foi presenteado com uma festa que aconteceu na noite desta quarta-feira, 11, em uma mansão localizada no bairro do Jardim Botânico, Zona Sul do Rio. Depois de falar sobre a importância da data, o cantor revelou que tem planos de ingressar no universo da música gospel.
    “Isso ainda é um projeto para daqui a dois ou três anos talvez, mas estou com muita vontade de juntar essa galera gospel e fazer um trabalho bacana. Não quero me tornar evangélico, mas sei que posso falar de Deus de uma maneira ousada e jovial”, comentou.
    Para o projeto, que ainda não foi batizado, Latino pretende reunir grandes cantores do estilo evangélico: “Precisamos ficar de olho no mercado musical e sempre buscar novas inspirações. Eu mesmo quero compor as músicas que falem de Deus de uma forma bem alegre, com romantismo também. Vou trabalhar muito para me consolidar também nesse meio”, explicou.
Latino – versão empresário
    O que muitos não sabem é que Latino não vive somente de seus shows. Atualmente, ele comanda uma empresa que produz jingles – mensagens publicitárias, para campanhas no Brasil. “É um lado meu que pouca gente conhece mesmo. Tive que abrir uma empresa para produzir esse tipo de material e estamos indo muito bem. Só com a minha voz temos vários jingles soltos na praça.”
    Na empresa, Latino deixa bem claro que o patrão também trabalha: “Eu recebo a sinopse do produto e a ideia do cliente. A partir de então criamos a letra e buscamos a inspiração para a melodia no próprio produto. Equanto isso, vou seguindo a minha carreira artística nos palcos".


Fonte: Portal Creio
Comentários
0 Comentários