Destaques

"...Enquanto ensinarmos que o mundo é um lugar a ser evitado, que as mazelas humanas são fruto da ausência de Deus, que Deus não ouve os pecadores, que só a igreja evangélica é que detém os "diretos autorais" da salvação, que ser forte e inabalável é sinônimo de fé e que ser pecador é ser inimigo de Deus então ainda não entendemos o plano da salvação e o evangelho de cristo rebaixado apenas á mais uma religião...."
"Sequencia de vídeos diários com a leitura do Novo Testamento"

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Pastor é assassinado por som alto na igreja

Denúncias contra Igrejas evangélicas devido ao volume do som e exaltações durante o culto são frequentes em todo o Brasil. Até mesmo uma campanha com título 'Deus não é Surdo' foi promovida por diversas capitais. No Rio de Janeiro a vítima foi o pastor Heguinaldo da Silva Viana, de 44 anos. Ele foi assassinado, no dia 20, a tiros na porta da igreja evangélica que fica na Rua Teixeira Campos, em Santíssimo, na Zona Oeste do Rio. Segundo a Polícia Militar foram dois tiros que acertaram o religioso. O suspeito, do crime, é um vizinho da igreja que por muitas vezes reclamou do som alto dos cultos.


    Testemunhas contaram que, na véspera do Natal, o suspeito ameaçou o pastor de morte, caso o som alto dos cultos continuasse. Neste domingo, após o culto, o suspeito teria discutido com o pastor mais uma vez e disparado dois tiros e fugido em seguida. Ocaso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios (DH), na Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidade. O suspeito já foi capturado.

    Outro caso, este já sem tanta violência, aconteceu em Serra Branca (PB). No último dia 19, o pastor Raimundo da Silva, foi denunciado e autuado por extrapolar no volume. Segundo o delegado Paulo Ênio, pastor estava provocando incômodo aos vizinhos, por causa da utilização de um som alto.  “Fomos acionados na Delegacia de Polícia por duas vizinhas dizendo que não estavam aguentando mais, pois o som do culto evangélico estava insuportável. As testemunhas disseram que todos os dias é a mesma coisa, começa às 19h e vai até às 21h30m. A Igreja não possui isolamento acústico e realmente incomoda as pessoas que residem nas proximidades", acrescentou a autoridade policial.

     Todo local sem isolamento acústico eficiente, se denunciado, pode ter de pagar multa ou até mesmo ser fechado. A pena é ser estipulada segundo a gravidade do fato. O volume de decibéis permitido pela lei é de 45 a 80.   Vi no Creio






Meus comentários:  O pior é que o povo vai dizer que isso é perseguição contra a igreja, ou que é o diabo que está se levantando, vão fazer uma campanha contra as "investidas do inimigo" que vai acabar indo até tarde da noite expulsando aos gritos o demônio mouco. Conheço igrejas onde o povo fica das 20h as 23h gritando, uivando, produzindo sons estranhos, até os vizinhos que são cristãos já estão incomodados com o "mover" que se passa ali. 


Queridos, vamos ter bom senso e ser sociáveis , os vizinhos não querem ser interrompidos no meio da novela das 8 por gritos e glórias, assim como nós não queremos ser interrompidos em casa por um carro com música funk em alto volume com uma mulher gemendo... Somos iguais na sociedade e todos temos os mesmo direitos e deveres. Há quem goste de funk e  rock, e há quem goste de Noemi Nonato e Canarinhos de Cristo, vamos pensar no próximo. 
Deus não se move em meio a histeria e desordem e como já disse a campanha 'Deus não é Surdo'.


Voltemos ao evangelho!





Comentários
0 Comentários

Outras publicações