Destaques

"...Enquanto ensinarmos que o mundo é um lugar a ser evitado, que as mazelas humanas são fruto da ausência de Deus, que Deus não ouve os pecadores, que só a igreja evangélica é que detém os "diretos autorais" da salvação, que ser forte e inabalável é sinônimo de fé e que ser pecador é ser inimigo de Deus então ainda não entendemos o plano da salvação e o evangelho de cristo rebaixado apenas á mais uma religião...."
"Sequencia de vídeos diários com a leitura do Novo Testamento"

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Católicos atacam pastor que queria retirar Ave Maria de bandeira

    O nome “Ave Maria” está na bandeira da cidade de Sidrolândia, Mato Grosso do Sul.

    O Conselho Pastoral da Paróquia Nossa Senhora da Abadia respondeu à iniciativa do pastor evangélico que pede ao ministério público para retirar o nome “Ave Maria” da bandeira da cidade de Sidrolândia, Mato Grosso do Sul.

    O artigo foi escrito por Luis Medalha, do Conselho Pastoral, defendendo a manutenção da inscrição, sob o argumento de que,“proclamar o nome de Maria na bandeira da cidade não se trata de idolatria,” disse.

    “Irmão Adilson: estamos preocupados com você! Por quê? Ora, porque quem se irrita com o nome de Maria é o diabo.”

      Luis responde às ações do pastor Igreja Evangélica de Sidrlândia, Adilson Machado de Souza, que alega que a inscrição no símbolo do município fere o Direito Constitucional de liberdade religiosa, favorecendo a Igreja Católica.

    Adilson vive há 23 anos na cidade, mas notou somente em 2009 que o nome da santa estava na bandeira.

    “Eu nunca tinha me dado conta. Há dois anos vi a bandeira e percebi. Aí, como cidadão comum, eu resolvi entrar com uma ação judicial contra a Prefeitura,” disse.

    O pastor, que é também professor de inglês formado em Letras pela UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), afirmou que, “a bandeira foi feita por meio de decreto do fundador. Na simbologia não aparece sequer o porquê da inscrição.”

    Na carta Luis responde que em “primeiro lugar somos Irmãos em Cristo Jesus pois assim eles nos ensinou ‘Amai-vos uns aos outros como eu vos amei .’”

    Luis fez um alerta citando a primeira carta de João 2: 9 que diz, “aquele que diz estar na luz e odeia seu irmão Jaz ainda nas trevas.” E citando também Tito 3: 9, “Mas não entres em questões loucas, genealogias e contendas, e nos debates acerca da lei; porque são coisas inúteis e vãs,” ele diz que “credito que nem eu e nem o irmão Adilson queremos responder pela indignação do apostolo Paulo.”

     Ele pediu também a Adilson que “olhe a sua volta e veja a face de Jesus nos pobres, nos doentes, nos encarcerados, nas crianças, etc. Assim a comunidade ira lhe reconhecer como um homem de Deus.”

    O pastor Adilson também está preparando um abaixo assinado que até o momento já contém cerca de 1000 assinaturas.

Vi no CREIO
Comentários
0 Comentários

Outras publicações